Marketing Jurídico

Hoje, muitos advogados não percebem a importância do Marketing Jurídico na construção da identidade do escritório. Falhar em tratar o escritório de advocacia como uma empresa – cujo objetivo é  vender serviços jurídicos – é falhar em dar a devida atenção às questões de identidade visual e relação com o cliente.

Assim como grandes empresas mundiais, como por exemplo a Coca-Cola, o marketing na advocacia é uma peça fundamental no processo de levar o produto ou serviço até o cliente. Além disso, é necessário diferenciar-se dos demais, uma vez que o papel da marca é caracterizar seu produto como único.

O grande problema no marketing dos escritórios de advocacia atuais é sua homogeneização visual. A esmagadora maioria dos websites e outras publicações em mídia social compartilham da mesma linguagem visual: martelos, balanças, estátuas da Justiça. A questão não é que o uso destes símbolos é incorreto: a questão é que torna-se impossível distinguir os diversos escritórios um do outro quando todos utilizam o mesmo padrão de linguagem visual para comunicar-se e tentar estabelecer um vínculo com o cliente. É necessário, portanto, se sobressair em relação à multidão, por meio do estabelecimento de uma personalidade distinta para seu escritório.

É importante notar que marketing jurídico não é só propaganda, apesar de por vezes ser erroneamente caracterizado como tal. A construção da identidade do escritório engloba desde o design dos websites até a formatação da papelaria, tendo por objetivo destacar-se dos outros e fazer uma boa primeira impressão no cliente. Sendo assim, estes recursos não deixam a profissão ou seus profissionais menos sérios ou sóbrios; simplesmente contribuem para uma presença mais bem-estabelecida dos mesmos no mercado.

A eficácia dos métodos de marketing utilizados utilizados pôde verificar-se fortemente na recente situação de pandemia causada pelo Coronavírus: repentinamente sem acesso presencial aos consumidores, tudo o que restou aos escritórios foram os serviços digitais. Deste modo, clientes em potencial só tiveram de referência aquilo que existia digitalmente, e se o consumidor, ao procurar uma firma, não encontrar uma imagem que lhe desperte o interesse, é improvável que ele a escolha.

Em suma, o marketing jurídico vem para potencializar os escritórios que dele utilizam, ao criar peças midiáticas usadas para melhor estabelecê-los no mercado. Sua competência extrapola em muito a simples elaboração de propagandas, englobando todos os processos da construção de um caráter visual distinto para cada estabelecimento. A MacNeeds Propaganda, com mais de 20 escritórios de advocacia atendidos, é especialista em marketing jurídico digital. Contando, inclusive, com a consultoria do advogado Marcelo Martins Borges, escritor, palestrante e especialista em Marketing Jurídico.
Consulte-nos e descubra mais!